terça-feira, 15 de março de 2016

Tecendo o amor




E eu vou tecendo fio a fio
O meu caminho é incerto 
Meu pensamento está deserto
Flutuou em nuvens de gelo
Gelo meu corpo e fico estática 
Vou tecendo minha vida
Buscando um amor pra amar
Um lugar pra ficar 
Um lugar pra pisar 
Uma raiz pra fixar 
Enquanto isso 
Vou tecendo textos e versos 
Pra te encantar.

2 comentários:

  1. Estou a tentar visitar todos os seguidores do Peregrino E Servo, pois por uma acção do google meu perfil sumiu e estava a seguir o seu blog sem foto e agora tive de voltar a seguir, com outra foto. Aproveito para deixar um fraterno abraço.
    António Jesus Batalha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada Antonio

      fico feliz por esta de volta

      abraço

      Excluir

Dê vida ao blog, deixe seu comentário ele é muito importante