quarta-feira, 30 de julho de 2014

Um dia de cada vez "desabafo"


Vivendo cada dia de uma vez,
Na busca por um amor que eu sei que ainda existe, eu sou prova viva de que é possível se manter vivo dentro do peito o romantismo, que pra muitas ainda é uma besteiras.

Quantas aqui não almejar viver um grande amor?
Quantas aqui vive dizendo que não existe mais romantismo?
E quantas aqui não dão valor a um bilhete escondido no fundo da bolsa, dentro do açucareiro, debaixo de travesseiro?


Muitas já tiveram tudo isso mais o valor que é bom nunca deu, até já desdenhou na cara da amada que era tudo uma besteirada.
quantas aqui viu o bilhete na bolsa leu, e nem um agradecimento, achou que a amada não fez mais do que a obrigação e quando não é pior, amassa o papel joga fora e nem olha pra trás.
Depois, perde a pessoa, por que tudo cansa
E vive de galho em galho querendo achar em varias o que tinha em uma única tudo isso e não deu valor.

É triste ver meninas jovens, mulheres maduras, vendendo o corpo em site de relacionamentos como se fossem meras mercadorias, postando fotos semi nuas, biquíni, bumbum a mostra, fotos vulgar, sensualidade não é sinonimo de vulgaridade, as coisa estão se invertendo.
Eu ainda vivo em busca da minha cara metade, vivo quebrando a cara mais não desisto, sei que um dia vou encontrar alguém que dê valor, a poemas e poesia, que sinta a musica e não só a escute.
Já tive um amor assim, mais como nada é perfeito Deus resolveu leva-la de mim...
10 anos se passaram e eu estou aqui, vivendo um dia de cada vez...