quinta-feira, 29 de maio de 2014

Juventude de mulher

E no frescor do seu corpo eu me perco
Tua pele macia e jovial se mistura a minha
Sinto o coração palpitar canções de nós duas
E na mansidão dos teus beijos me deixo suspirar
A nossa volta flores a nos encantar
Galhos secos a enfeitar nosso bem estar
E nuvens a se transformar em pássaros no ar
Como é gostoso novamente te amar
Te ter menina
Faz-me sentir mulher
No teu corpo de fêmea juvenil
Deixando aflorar seus desejos de mulher

quarta-feira, 28 de maio de 2014

Química do amor


Química é você me olhar e o corpo encendia
Química é nossa boca se encaixar
Química e nos corpos se entrelaçar
Química sou eu você e nada pra atrapalhar
Química é quando sai faíscas do olhar
Quando as mãos não sabem em que parte pegar
Química é a gente se amar em qualquer lugar
Química é nosso corpo grudar e não querer descolar
Química é você sempre me inspirar

Eu Você


Por alguns momentos trocamos olhares
Trocamos palavras
Nos olhamos
Nos estudamos
Nos camuflávamos em sorrisos

Eu você

Nos olhamos diferente
Nossos corpos respondiam incessantemente
Despercebidas nos aproximamos
Quando notamos já estávamos nos beijando

Eu você

Uma recaída
Um fogo ascendeu
Queimava nossos corpos
Bocas salivavam de sede e desejo

Eu Você

Nos entregamos
Você me diz baixinho:
Adoro suas garras
e eu sussurrando: adoro suas dentadas


Eu Você

Naquele instante nos amamos
Ferozmente
Loucamente
Sem nenhum pudor
Sem preconceito

Eu você

Gemia, sussurrava, gritava
Um tesão lascivo
Permissivo
Cheio de paixão

Eu Você

Minutos, horas se passavam
Nós insaciáveis
Experimentando de tudo
Revivendo juntas tudo

Eu Você

Movimentos
Suores
Perfumes se misturavam
Nossas mãos se apertavam

Eu Você

Minhas garras te cravam
Seus dentes me lascam
Paradas nos olhamos
Atingimos o orgasmo

Eu Você em nosso quarto.

domingo, 25 de maio de 2014

Gosto gostoso


Gosto de teu sorriso safado
Gosto desse seu jeito menina
Gosto desse seu jeito mulher
Gosto de te-la só minha
Gosto do gosto, gostoso da sua boca a me beijar
Da saliva a me molhar
Desse jeito gostoso de me olhar
Gosto do gosto gostoso de te amar
Desse seu jeito de me abordar
Desse desejo desejoso de nos provar
Gosto das mãos que me aperta, dos dedos a me tatear
Gosto desse aroma do seu corpo a me embriagar
Desse perfume no quarto da gente namorar
Desse liquido gostoso a me alimentar
gosto desse jeito desejoso e louco da gente gozar
Gosto de estar ao teu lado ao acordar
Desse jeito gostoso da gente se entregar e amar.

Novamente aconteceu


E de repente me vi apaixonada por ela novamente, nossos caminhos já havia se cruzado a algum tempo, foi tudo quase sem querer, e de uma hora pra outra eu me pegava pensando nela, sorria discretamente e balançava a cabeça negativamente, me negando a acreditar no que eu estava sentindo, ela uma menina ainda casada, como pude me deixar apaixonar, nossas conversar começara a fica constante, pela manhã a tarde noite, madrugada a dentro, até que passamos a dormir juntas com o telefone ligado, era como se vivêssemos realmente juntas...
Nesse período milhões de coisas foram acontecendo, passamos por momentos difíceis, brigas constantes, separações, voltas, e traições.
Não dava mais pra conviver, era muita pressão de ambos os lados.
Um ano sem se falar, cada uma sofrendo ao seu modo, nesse período mergulhei na vida de solteira, muitas noites sem dormir na farra, bebedeiras, mulheres, esse era meu jeito de me punir, pra ela sacanagem, putaria, pra mim alto flagelo da alma e do corpo eu sei o que passei, eu sei o que sentia depois, eu sei o quanto tudo isso me fez mal, mas que hoje me tornou uma pessoa melhor.
Hoje eu me pego novamente pensando nela, continuo rindo, continuo negando esse amor, temos vidas diferentes, pensamos diferentes.
Não sei até quando vai durar essa calmaria, mais quero aproveitar cada segundo ao lado dela, adoro faze-la sorrir com minhas palhaçadas, das besteiras que falo.
As vezes choramos juntas, o passado ainda ronda nossa vida, o passado ainda ronda nossa relação, e a momentos que é difícil se olhar, sem se negar, dialogar sem se alterar toda vez que aquele assunto volta, sei que teremos de resolver isso, uma do lado da outra, é difícil pra mim admitir que estou apaixonada novamente, mais o que posso fazer?
Vou continuar negando esse sentimento até quando?
Ja nos perdemos uma vez, e se acontecer outra vez, sera pra sempre..
Eu sei o quanto sofri com essa distância, eu sei o quanto ela também sofria com nosso afastamento, tentei ligar, tentei escrever, mas o orgulho ferido não me deixava completar, eu achando que ela estava bem, e ela achando que eu não estava nem ai pra ela..
Hoje eu só quero viver, cada momento que estivermos juntas, não quero mais vê-la chorar, e vou fazer o possível pra que isso não volte acontecer, quero cuidar, quero mimar, essa menina que conheci e que se transformou em mulher, não quero mais esconder que a amo, posso amanhã quebrar a cara, mais quero viver esse amor.

sábado, 24 de maio de 2014

Entrega total

E eu me vi novamente sua
Completamente sem vontades
Me vir dominada por essa paixão
Perdida nos seus braços
Entregue a você

Me vi novamente numa prisão sem grades
Torturada por essa paixão

Gosto de sentir você aqui dentro, fora de mim
Ao mesmo tempo que quero fugir

Você me arranha toda
Me ama por inteiro
Me tira o folego e o sossego

Você ê tão foraz ao me amar
E tão gostosa a me tocar,
Que chego as vezes a me faltar de tanto prazer que me dar.

Sei que não posso novamente me entregar
Mas como resistir a essa paixão
A essa falta de juizo que não me permite pensar

Meu corpo só quer se entregar
Minha boca só quer te beijar
Meu desejo só pensa em gozar e gozar