segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Vivi você


Passei momentos incríveis na sua companhia
Tive momentos de euforia e também de mansidão
Vivi cada segundo, cada minuto intensamente ao te lado
Vivi momentos de loucura, insensatez e lucidez\
Eu vivi
Momentos de êxtase e plenitude
Viagem no teu corpo
Fiz parada no seus lábios
Tive permissão pra viver
Permissão pra ter você
Eu vivi, momentos que foram meus
momentos nossos
choramos e rimos em pleno gozo de felicidade
Eu vivi você



3 comentários:

  1. No início você briga, chora, faz drama mexicano. Então percebe que é cansativo demais manter esse jeito de levar as coisas. Acostuma-se. Não que pare de doer, mas que cai no seu entendimento que às vezes perdemos algo e não há solução. No fim você coloca um sorriso no rosto e finge que é sincero, até que a vida o faça realmente ser. Talvez os amores eternos sejam amenos e os intensos, passageiros. É isso."
    — Caio Fernando Abreu.

    ResponderExcluir
  2. Mas talvez você não entenda, essa coisa de fazer o mundo acreditar, que o meu amor não será passageiro, te amarei de Janeiro a Janeiro até o mundo acabar. <3

    Neoqav.

    ResponderExcluir

Dê vida ao blog, deixe seu comentário ele é muito importante