sábado, 20 de outubro de 2012

Boêmia


A noite sempre foi minha companhia
Sou uma mulher boêmia, gosto da noite no bar
Gosto de uma boate pra dança
Gosto de um teatro pra apreciar
Gosto das calçadas iluminadas pelos faróis
Gosto das pessoas que perambulam de um lado pra outro
Gosto dos olhares mal intencionados
Gosto de respirar o ar frio da madrugada
Gosto de ouvir aquele samba sincopado
Gosto da musica brega com o coração machucado
Sou boêmia sim
Tudo é mais iluminado
Gosto de ver prostitutas e traveis todo arrumados
Gosto do mistério da noite
Da paquera, da bebida forte
Gosto de dançar agarrada
Gosto de ser desejada
gosto de me exibe num karaoké ou levar meu violão debaixo do braço
A gaita leve do blues trazendo os anjos cá pra baixo
Todos juntos viajando num mesmo compasso
É disso que gosto
De viver o dia e degusta a noite
Sou boêmia sim
Sou a lua, sou a estrela o sol que amanhece no seu quarto;

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê vida ao blog, deixe seu comentário ele é muito importante