quinta-feira, 21 de julho de 2011

Amar


O amor não aceita comparações
Amar com egoismo não é amar, 
Porque Amar é compartilhar, se doar
Amar não é aceitar, concordar
O monologo e destruição
Dialogo é compreensão
Quem ama troca, soma, divide, multiplica
Amar não é dizer eu quero, eu posso, eu vou, eu decido

Não!!! Não é isso

Amar, é o coração vibrar, os olhos brilhar, a alma flutuar
Amar é se sente perto mesmo quando se estar longe
Amar é chorar, ao ver um bilhete escondido na gaveta, e não por que ouviu palavras duras
Amar é sente-se feliz com os pequenos detalhes da vida
Amar é se emocionar ao ver uma flor brotar
Com o orvalho do amanhecer
Amar é sorrir de se mesmo
Amar não é desespero, amar é compreensão
Amar é escutar, ser amigo, ser amante
Ser criança, ser mulher ao mesmo tempo
Amar é estreita, não alongar
Amar não é se sentir só, o amor esta dentro de mim e de você

Quem ama não compara
Quem ama não humilha
Quem ama compreende os intemperes da vida
Quem ama não se cala, dialoga, chora, ajuda a fechar as feridas
Quem ama deseja, torce pela pessoa querida
Quem ama!!!  AMA sem ser EGOISTA

Um comentário:

  1. «Amar, é o coração vibrar, os olhos brilhar, a alma flutuar...», é isso mesmo querida. Amor, não pode, nem deve, aceitar comparações.
    Simplesmente belo este seu poema.
    Uma vénia, pelas palavras belas recheadas de bom senso e maturidade.
    Bjito e uma flor.

    ResponderExcluir

Dê vida ao blog, deixe seu comentário ele é muito importante