quarta-feira, 22 de junho de 2011

2º Capitulo de CLARA "Uma mulher em busca da felicidade"


Clara a olhou nos olhos e sem pensar como seria a reação da Simone, aproximou seus lábios dos lábios dela, Simone se afastou e saiu do quarto de Clara como se quisesse fugir de alguma coisa, Clara frustada com toda aquela situação, sentou a cama e culpava se pelo seu impulso impensado e ficara imaginado o que Simone estava pensando dela, pensou ir ate o quarto da Simone pra pedi desculpas mais achou melhor não.E
andava de um lado por outro enquanto se culpava e chorava por ter mais uma fez estragado tudo por causa de um impulso idiota, Clara depois de alguns minutos se culpando, deita-se em sua cama encolhida, se cobri com uma colcha grossa branca com pequeninas flores bordadas pois a noite na serra é muito fria. Clara já mais calma, percebe que o sono se aproxima e fecha seus olhos, e enquanto faz uma oração... Alguém bate na porta do seu quarto, ela a principio não se levanta espera a pessoa desiste, mais a pessoa insiste e ela pergunta quem é antes de abri, a pessoa não responde e ela pensa que é Simone, se encosta na porta e espera que a pessoa desista, mais a pessoa insiste batendo, Clara abre a porta, Simone a abraça e pede pra passar a noite com Ela pois esta assustada, Clara a convida pra entrar, e ao se aproximar da cama Clara que esta envolta da colcha por conta do frio, nota que Simone esta gelada, sem dizer uma só palavra Clara mais uma vez a olha nos olhos envolve Clara em seus braços, conduzindo-a até a cama as duas se deita e Clara oferece seu braço como travesseiro e a cobre com seu corpo, envolvidas embaixo daquela colcha Clara sente o Corpo de Simone tremer, não sabe se assustada ou com frio, ali naquele momento Simone totalmente vuneravel, Clara cheia de vontade de beijar aqueles lábios carnudos à abraça mais apertado aproximando mais os dois corpos , beija-a na testa e fica em silencio curtindo aquele momento e as duas acabam adormecendo abraçadas...
Logo que amanhece Clara levanta lentamente, senta a cama e fica observado aquela criatura linda, que dorme feito criança em sua cama, pega suas vestes  no guarda roupa e vai fazer sua higiene matinal....
Simone desperta olha pro lado e nota que Clara não esta ao seu lado, ouvindo o barulho do chuveiro, se levanta e se aproxima lentamente enquanto Clara baixinho sussurra uma canção, Clara esta de costa e quando se vira leva um susto pois Simone a observava enquanto tomava banho, assustada também, Simone pede desculpas e sai, Clara fecha a porta do banheiro, da um sorriso, se veste e sai... 
Clara sai do banho e como se nada tivesse ocorrido, pergunta a Simone se ela dormiu bem, ela timidamente responde sim com a cabeça, é quando ela levanta e vai agradecendo por te-la deixado dormir aquela noite ali, Clara se aproxima, e diz sorrindo: 
- Viu só eu não mordo!! 
Simone sorri timidamente e vai em direção a porta pra voltar pro seu quarto, Clara a leva até a porta e antes de abri,  Clara mais uma vez a olhou nos olhos e tenta beija-la, e levemente Clara consegue encosta seus lábios nos de Simone e como não obteve uma reação contraria Clara levou sua mão na nuca de Simone por baixo dos seus cabelos encaracolados e a beijou, e pra alegria dela, Simone retribuiu o beijo,  Clara sem dizer nada, pegou na mão de Simone e a conduziu até a cama e carinhosamente foi despindo aquela mulher enquanto a beijava e sua mão acariciava aquela pele macia, perfumada, as duas se amaram...
Sem prometerem nada, Clara deixou Simone parte...
Depois que Simone saiu do seu quarto, apesar de feliz,  Clara se culpava por ter traído Bernadete, e deixou uma lagrima rolar pela sua face, deitada na sua cama, Clara pensava em Bernadete, estava confusa por que apesar da vida que levava ao lado de Bernadete ela a amava, Bernadete a privava de tudo por causa de seus ciumes excessivos.
 O que Clara não sabia é que Bernadete estava indo de encontro a ela, sairá de casa logo na madrugada, pois tinha certeza que Ela estava naquele Hotel Fazenda, pois era pra lá que as duas sempre iam quando queriam ficar sozinhas longe de tudo..
Clara se arrumou e desceu pra fazer seu dejejum, e não viu a Simone, perguntou pra uma das funcionarias que respondeu que ela saiu pra cavalgar em companhia de outros hospedes... 
Clara então tomou seu café e ficou sentada observando a paisagem, quando um funcionário se aproximou e perguntou se ela não queria um cavalo pra da uma volta, ela respondeu com tamanha educação que queria caminhar um pouco sozinha levantou-se e saiu.
Enquanto Clara caminhava pela fazenda, Bernadete chegou ao Hotel e como todos ja a conheciam deu a chave do quarto da Clara pra ela se instalar, e Clara caminhava sem pressa, pensando em tudo que havia acontecido entre ela e Simone, estava sentindo-se culpada por ter traído a confiança de Bernadete, apesar do sol que fazia naquela manhã o frio era peculiar da serra...
Enquanto Clara caminhava sozinha, Simone ja estava de volta do seu passeio, e que também estava confusa com tudo que vivera naquela manhã nos braços de Clara, sentia-se atraída por Clara, encantada com aquele mulher delicada, romântica, Simone pensava: estou apaixonada, e ao pensar, deu um leve sorriso e balançou a cabeça negativando seus pensamentos.
Sem pensar duas vezes como não viu a Clara, foi direto pro quarto dela, queria abraça, beijar amar novamente aquela mulher, só que ela jamais poderia imaginar que quem te atenderia seria outra pessoa, e ela sem pestanejar perguntou: Quem é você? Bernadete de imediato reformulou a pergunta, Eu é que quero saber quem é você? Simone sem entender nada naquele momento, perguntou por Clara, e foi então que Clara sem saber o que estava acontecendo, vem distraída cantarolando e quando olhar leva um susto, ao da de cara com Bernadete e Clara na porta do seu quarto, e agora o que fazer?

cenas para o proximo capitulo... aguardem!!!!