terça-feira, 31 de maio de 2011

CLARA "Uma mulher em busca da felicidade"

Era o ano 1985 quando Clara conheceu Bernadete. Clara recém separada de um casamento de 29 anos 3 filhos , cheia de duvidas e tendo que começar do zero, Um casamento turbulento, cheio de agressão ela resolveu naquele ano começar tudo novamente.
Depois de assinado o divorcio Clara sentiu-se livre foi como se um peso tivesse saido das suas costa, partiu pra uma vida ao lado doa filhos, no começo foi dificil mais ela conseguiu recomeçar... No principio na euforia da liberdade Clara se deu ao luxo de conhecer os melhores bares boates, conheceu cidades, pessoas.
Entre elas Bernadete, a mulher que iria mudar totalmente sua vida, e as mudanças foram inúmeras Clara tornou-se mais caseira, voltada pra educação dos seus filhos e Bernadete o grande amor da sua vida.
Elas iniciaram um torrído romance, Clara passou a conhecer o que era o verdadeiro amor, onde ela se despia de seus pudores e se entregava aquele romance de corpo e alma, as coisas entre as duas ia ficando muito mais seria, Clara então dá pra Bernadete a chave do seu apartamento, onde Bernadete naquele momento teria passe livre pra entrar e sair a hora em que desejasse, na realidade Clara as estava convidando a morar com ela, no começo Bernadete frequentava a casa a vida familia de Clara, participava efetivamente na educação das crianças que eram pequenas mais que as duas tomavam o maior cuidado para evitar qualquer troca de carinho na frente delas.. Dois anos já se passaram e Bernadete passou a frequentar a casa da familia de amigos, almoço, viagens em familia, todos a adoravam  a respeitavam. Clara sem perceber foi assumindo discretamente o seu romance com Bê, só que ela apaixonada não notava que Ela ja conhecia toda sua familia, quanto ela somente um irmão de Bernadete e mesmo assim por telefone.
 Clara notou que só ela na realidade estava se expondo, assumindo seu sentimento e Bernadete ai levando tudo obscuro tanto pra familia como para os amigos. mesmo por que ( Clara a quando conheceu Bernadete ela era masculinizada usava roupas fora de moda, não fazia unhas, sobrancelhas,  Clara por amor, a ajudou e colocou pra fora a fêmia que estava escondida dentro dela) Hoje Bernadete é uma mulher belíssima, todos notam sua mudança radical, e Os poucos amigos dela que tive o prazer de conhecer, me elogiam pela mudança que fiz nela..
Clara e Bernadete ja estavam entrando no 5º ano da relação, e Clara já não mais suportava aquela relação, onde ela era privada de tudo, por causa dos ciúmes de Bernadete ela se afastou  dos amigos, viagens não podia mais fazer sozinha, deixou de frequentar os cursos que gostava de fazer, Clara estava sendo enterrada viva por uma mulher que dela só usurpava sua felicidade, alegrias Clara ja não sorria mais, se trancou dentro de si e só seus livros e discos lhe faziam companhia, nem o telefone em casa ela podia atender sem ser indagada sem ser sabatinada por Bernadete... Um dia Clara resolveu dá um basta, deixou as crianças com o pai de seus filhos, arrumou as malas e saiu pra tirar um final de semana sozinha, no lugar que ela adorava e que lhe trazia paz e tranquilidade. Clara saiu com medo do que poderia acontecer na volta, mais foi...
E lá chegando, se hospedo no mesmo Hotel Fazenda que ia com seu ex marido (hoje seu melhor amigo) e as crianças.
No passeio da tarde, Clara conheceu varias pessoas entre elas uma bela mulher, feminina, com traços delicado, as duas acabou se indentificando passando a fazer o passeio a cavalo juntas. almoçaram juntas e a noite se encontram como todos ao pé de uma fogueira para ouvir moda de viola, todos conversavam e riam muito... Clara se afastou um pouco do grupo que foi logo seguida pela bela mulher, as duas caminhava e logo se acomodaram em um troco de arvore, logo ja estavam falando das suas vidas, dos amores, da familia, riram, ficaram em silêncio e o coração de Clara se ascendeu novamente, o frio começou a aperta e a bela resolveu voltar pra perto da fogueira, Clara ficou alí. observado seu caminhar os cabelos que flutuavam com o vento, baixou a cabeça e sorriu, achando que estava ficando louca, ficou mais alguns minutos e foi direto pro seu quarto sem se despede de ninguém...
Meia hora depois alguém bate em sua porta, Clara sem pergunta quem era abriu a porta, era ela, queria saber se Clara não precisava de alguma coisa, Clara surpresa só a olhou, e um silencio parou no ar, quando ela ia se despede Clara a convidou para entrar, pra conversar um pouco ou simplismente assiste ao filme que passava naquele momento, e  ela aceitou o convite, as duas sentaram-se encostada na cabeceira da cama cobrindo as pernas com aquela colcha grossa pois estava fazendo frio, ficaram em silêncio, como se uma esperasse a outra falar alguma coisa... foi quando a bela falou que já ia,  e quando ia se levantar Clara a segurou no braço e pediu pra ela não ir. Clara disse: Fica!
As duas se olharam nos olhos e..... AGUARDE O FINAL DESSA HISTORIA

7 comentários:

  1. to esperando para ver qual a desculpa q a Clara vai dar, pois foi um momento de insensatez e loucura que viveu no final de semana, aonde foi parar o amor pela Bernadete?????
    Anonimo

    ResponderExcluir
  2. muito bom,leve como eu gosto,vou esperar os próximos capitulos.rosana

    ResponderExcluir
  3. Esperando o próximo capitulo...
    Muito bom!
    Beijinhos no coração...

    Sandra

    ResponderExcluir
  4. Estou ansioso pelo proximo capitulo!

    BJS!!!

    ResponderExcluir
  5. Excelente narrativa ( conto). Muito bem elaborado, prende o leitor.
    Fico ansiosa da continuação.Que desculpa dará a Clara?
    Parabéns, querida por este maravilhoso capítulo:)
    Bjito e uma flor.

    ResponderExcluir
  6. Como não pude comentar de outra forma( teve de ser como anónima), o comentário não entrava, esqueci de dizer quem sou.
    Tecas
    http://coracaoentrepalavras.blogspot.com

    ResponderExcluir

Dê vida ao blog, deixe seu comentário ele é muito importante