terça-feira, 8 de março de 2011

Mesmo sem tempo


Não importa se meu dia foi movimentado, que eu estava sem tempo.
Eu só sei que me peguei pensando em você, em seus movimentos, no perfume do seu corpo, seu olhar tímido, a voz rouca dizendo meu nome.
O corpo arrepia só de imagina você por perto, das suas mãos nas minhas...
A chuva que cai fininha produzindo perfume de terra me faz lembrar você, a beleza das borboletas.
O brilho de uma estrela, nas folhas que caem na flor que alimenta as abelhas.
Tudo me faz sentir você, pensar em você.
Mesmo quando meu  tempo esta sem tempo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê vida ao blog, deixe seu comentário ele é muito importante