sábado, 15 de janeiro de 2011

UM AMOR IMPOSSIVEL



Agora é narrada essa bela historia de amor que teve seu inicio numa sala de bate papo.
Era uma madrugada chuvosa de solidão quando duas almas tristes se encontraram, no começo era só distração, de um lado uma mulher se passando por um homem do outro uma mulher cheia de problemas e desiludida com o amor. O papo foi ficando cada vez mais íntimo, onde “ambas” contava suas frustrações, e desencontros , uma levando tudo na brincadeira fingindo-se de homem, e o papo rolou ate o amanhecer e “ambas” combinaram de se falarem novamente à noite, agora pelo MSN. O dia passou e cada uma foi viver mais um dia de rotina das suas vidas, e a noite como fora combinado, lá estavam elas novamente a conversar, passaram vários dias e a paixão acabou nascendo no coração de ambas, só que uma, por ter se passado todo esse tempo como rapaz não entendia o que estará sentindo por aquela mulher sensível do outro lado da tela,e o sentimento era recíproco,ambas estavam apaixonadas, e quando foi pedido a troca de telefone a que se passava por rapaz se esquivou, mais acabou dando o numero do telefone, só que, quando ele tocava, não o atendia ou atendia e ficava calada, claro que a outra a ouvir a voz logo, logo, iria saber que se tratava de uma outra mulher, então não suportando mais toda aquela pressão, que ficou insustentável, resolve contar-lhe tudo, e numa noite quando ambas completava um mês de papo pelo MSN, ela ligou a webcan, ela então tomou um susto quando a imagem foi projetada na tela dela, e ela logo indagou o que esta acontecendo quem é você? E lhe pedindo perdão, disse não sou um rapaz sou uma mulher como você, perdoe ter te enganado, não pensei que fosse chegar nessa proporção, mais quero que saiba... A tela se fechou ela ficou offline, e o rapaz que não era rapaz, ficou desolado, chorou muito e pedia perdão a Deus, e tentou liga varias vezes mais o telefone não era atendido e esse sofrimento e angustia durou uma semana ate que ela entrou em contato novamente, e ambas voltaram a conversar e ela se perguntava o por que (ele), ela teria feito aquilo porque se passou por um homem? E ela se indagava: Bem que eu desconfiara, suas palavras eram muito femininas, sensíveis jamais agia com grosseria, eu deveria ter perguntado quando passei a desconfiar, e ela a interrompeu dizendo: EU TE AMO, a voz se calou. Depois de alguns segundos perguntou: Como assim somos mulheres? Ela respondeu: Eu também não entendo o que esta acontecendo, só sei que eu te amo, e que tenho vontade de estar com você, beijar, abraça, e o telefone, Tum, Tum, Tum... Ela desligou novamente! Mais tinha que concerta toda aquela bagunça e retornou a ligação, eu preciso falar, explicar tudo, só me escuta, não precisava ser recíproco, e a ela ouviu tudo calada, e do outro lado apenas soluços.
_ E mais uma vez o telefone foi desligado:
Ela pensou! Agora era pra sempre, mais sentiu-se aliviada por ter falado tudo que a estava sufocando.
Passados uns três meses de sofrimento, arrependimento e sem nenhum contato o telefone toca, um numero desconhecido, local, ela atende, sou eu precisamos conversar:
Estou hospedada no hotel tal, estarei lhe esperando , pode se identifica, pois a reserva foi feito no nosso nome. Ela sem querer acreditar ainda pensou que era um trote, mais ai, ela a chamou pelo apelido carinhoso que havia dado durante o período que batiam papo pelo MSN, e só então acreditou: Daquele instante em diante não queria mais nada, só pensava naquele encontro, pediu dispensa ao patrão naquele dia e fora pra casa pra se arrumar, estava nervoso temerosa, o que será que poderia acontecer? Conta ou não conta pra alguém, o que será que pode acontecer?
Então resolveu ligar pra uma amiga e conta que ia a um hotel conhecer alguém que havia conhecido pela internet, claro que a amiga foi contra, e ela por sua vez não contou que ia encontrar uma mulher.
Chegada a hora do encontro pega um taxi e pede pro taxista levá-la ao hotel, chegando na porta pensa duas vezes antes de entrar e liga pra o celular e pede que ela desce para encontrá-la no saguão do hotel, ambas se olham um tímido abraço com todos os olhares da recepção como testemunhas e ambas sobem para o quarto. A chegada ao quarto é meio tensa o que será que ira acontecer? Era a pergunta que não queria se calar.
A tensão foi quebrada, se olharam e riram daquela situação, mais aquela que se passava por um rapaz, reiterou tudo que havia falado a alguns meses atrás, e à abraçou, carinhosamente e roubou-lhe um beijo, que foi recebido com susto, mais que na segunda tentativa foi retribuído, e ambas aquela noite tiveram uma experiência inesquecível, uma noite de descobertas e magias para ambas, ao amanhecer uma nos braços da outra, beijaram riram de toda situação, e se despediram, só que dessa vez para sempre, estavam felizes por ter uma conhecido a outra, e ter vivido algo tão mágico, uma experiência para aquelas duas almas, que se conheceram e se amaram. Despediram-se sem promessas, sem ressentimentos. Felizes cada uma retornou ao seu mundo, depois daquela noite as duas mulheres não foram mais as mesmas, e o que parecia distante das duas tornou-se uma realidade mesmo que fosse só por uma noite.

2 comentários:

  1. ADOREI O TEXTO

    PRIMEIRA VEZ AQUI, VOU VOLTAR SEMPRE

    BJ

    @gemAMartins

    ResponderExcluir
  2. ADOREI.. VIVE UMA HISTORIA MAIS OU MENOS ASSIM, SÓ QUE NÃO CHEGOU A UM FINAL FELIZ... COLIQUEI NOS FAVORITOS

    ResponderExcluir

Dê vida ao blog, deixe seu comentário ele é muito importante